Escolhendo as roupinhas do bebê:

Comprar roupinhas para o bebê é uma delícia. O problema é que, em muitos casos, a lindeza do conjunto escolhido não corresponde à quantidade de vezes que ele é usado e, muito menos, ao conforto da criança.

Assim sendo, o ideal é se permitir comprar algumas daquelas roupas maravilhosas (e caras) para exibir seu filho todo bem arrumado na hora das visitas, porém investir mesmo nos coringas do guarda-roupa infantil, que são os macacões, bodies e culotes feitos de tecido bem macio e durável.

Prefira tecidos como algodão e malha para o contato direto com a pele do bebê, que é bastante sensível, e procure roupas de qualidade, que certamente resitirão mais às constantes lavagens.

Passe a mão por dentro das roupas para ver se não são ásperas ou se os bordados, apliques e costuras não incomodarão a criança.

#VivaemHarmonia